Alopecia: tipos e causas

Alopecia Androgenética

Alopecia Androgenetica

Os sintomas iniciam-se a partir da puberdade. Muito frequente em homens, também afeta mulheres. É provocada por fatores de ordem genética associados à testosterona, uma hormona responsável pela formação e manutenção dos pelos, entre outras coisas (como a líbido sexual). Embora as mulheres também tenham testosterona, a quantidade nos homens é cerca de 30 vezes superior.

Alopecia Areata

Alopecia Areata

Frequentemente despoletada pelo stress, é uma doença autoimune (o sistema imunitário “ataca” o próprio corpo). É caracterizada pela queda súbita de cabelos em áreas definidas e de forma arredondada e pode ocorrer na cabeça, barba, sobrancelhas ou até no corpo todo (alopecia universal). Os tratamentos incluem muitas vezes corticóides.

Alopecia Congénita

Como o próprio nome indica, trata-se da ausência total ou parcial de cabelos desde o nascimento e é causada por fatores hereditários.

Alopecia Traumática

Alopecia Traumatica

Provocada por lesóes no couro cabeludo.

Alopecia Neurótica ou Tricotilomania

Ocorre quando a pessoa arranca os seus próprios cabelos. As suas causas são de ordem emocional e psicológica e pode ter gravidade variável.

Alopecia Secundária ou Medicamentosa

Ocorre após outros problemas de saúde ou toma de medicamentos, como é o caso da quimioterapia.

Alopecia Seborreica

Embora a dermatite seborreica do couro cabeludo raramente provoque uma redução significativa dos cabelos, é um problema muito comum que causa escamação, coceira e irritação.

Alopécia Alérgica

As alergias também se podem manifestar através da perda de cabelo, especialmente alergias ao glúten e à lactose.

Outras causas

Eflúvio ou Deflúvio

Trata-se de um disturbio no ciclo da vida capilar, e é frequente nas mulheres.

Dieta pobre em ferro

O ferro é essencial a um cabelo saudável. Uma dieta pobre em ferro (sem carnes vermelhas ou vegetais com ferro) pode causar enfraquecimento do fio de cabelo.

Leave a Comment

thirteen − twelve =